Partes do meu mundo

Encontrar em Horas Mágicas

quinta-feira, 1 de junho de 2017

Minha história de artesã e o artesanato moderno


Desde pequena, lembro que as tardes de domingo eram cheias de cores de novelos, agulhas sobre a mesa da cozinha, revistas Agulha de Ouro, Manequim, que eu folheava enquanto ouvia as prosas das mulheres da família. O antiguinho "ponto de marca", como chama minha avó até hoje o moderno bordado livre, Ponto cruz, tricô, vagonite, hardanger, rococó, crochê... cada semana era uma encomenda diferente, uma toalha diferente... e desde aquela época, o amor pelas coisas feitas com as mãos sempre foi muito forte em mim.


Mesa da casa onde cresci - foto autoral


 Ainda não sabia fazer, mas via os pontinhos brotando nos tecidos e formando desenhos que me traziam uma sensação de aconchego. Aos 10 anos comecei a aprender. Acho que foi até tarde, mas fui muito moleca, aproveitei a infância como uma típica criança de fazenda. Lembro que minha avó pegava o ônibus comigo, na mala, roupas para uns dias na cidade vizinha; nas mãos, uma revistinha da Magali. Toda semana era uma revistinha nova e um ponto de bordado aprendido.

A vida da gente tem fases: dos 11 aos 19 eu bordei, crochetei, desenhei e pintei muito. Aos 20 o trabalho, faculdade, mudança de cidade me fizeram deixar de lado essas coisas "simples" para tentar vôos maiores. Filho, casamento, trabalho... e o tempo já não era mais suficiente para passar uma tarde em meio aos novelos. Passei anos sem bordar.

Aos 22, aprendi a tricotar com vídeos do youtube (quem mandou não aprender com a tia Aparecida), criei este blog, pois a vontade de compartilhar as cores e formas dos gráficos e receitas voltou e era grande.

Aos 26 voltei para minha cidade, guardei o blog no fundo de uma gaveta cheia de aviamentos e fiz outra faculdade, dessa vez até o fim. Pedagogia. Aprendi técnicas de artesanato que não faziam parte da minha realidade: E.V.A, feltro, tecido, papel, dobraduras... Algo faltava mesmo assim. Foi aí que percebi: voltar para as origens, resgatar a minha essência me faria relembrar quem de fato eu sou. E foi o que fiz. Retomei o blog cheia de vontade, com menos tempo disponível mas com muitas ideias na cabeça. Aos poucos vou trazendo para cá as ideias e inspirações que fui guardando ao longo desses 20 anos de bordadeira e artesã.

Nessa volta, minha vontade de conhecer, aprender mais, me levou a conhecer um lado do crochê que eu não via na minha infância: Squares! Quadradinhos crochetados com sobras de linha, super coloridos e charmosos. Até na moda eles estão fazendo sucesso! No Blog da Círculo tem uma matéria super interessante falando sobre eles, depois é bom dar uma olhada:


 Uma variação desses Squares, são os corações e flores de crochê, que podem virar cortinas, varais, fofuras sem fim. Aproveito para compartilhar algumas ideias que encontrei no pinterest.



Cortininha charmosa com crochê e miçangas - Pinterest
Crochê 3D - Pinterest


Flores em crochê - Pinterest

Receita do coração em crochê - Pinterest

Variações de corações em crochê - Pinterest


Se você tiver mais ideias, compartilhe aqui, vai ser uma alegria receber seu comentário!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Recent Visitors